Comentários da Lição 10 (2o Trim/2017) por Flávio Reti

8 de junho de 2017

lobo-em-pele-de-cordeiro

LIÇÃO 11 – Falsos Mestres

-Pedro escreveu para dois grupos de pessoas: judeus e gregos convertidos, mas fora de Israel

-Nossa bíblia faz muitas referências a falsos profetas, dentro de Israel

-Agora Pedro fala de falsos mestres fora de Israel, mas dentro da Igreja

Os falsos profetas e os falsos mestres sempre causaram baixas nos filhos de Deus

-Por conta dos falsos profetas, nos dias de Jeremias, Israel foi levado ao cativeiro para Babilônia

-Estamos de sobreaviso que nesses dias também haverá falsos mestres e profetas, inclusive falsos Cristos

-São agentes de satanás que surgem para confundir, para desviar e nos pôr a perder

-Veja citação de EW: “Seremos todos provados. Pessoas que pretendem crer na verdade virão a nós e insistirão por nos convencer de doutrinas errôneas, que perturbarão nossa fé na verdade presente, caso lhes demos atenção. Unicamente a verdadeira religião subsistirá à prova do juízo” (Evangelismo 359).

-Não precisamos nos preocupar com os falsos mestres. Precisamos nos preocupar com os falsos ensinos

-Há muita coisa falsa já entrando na igreja dos últimos dias. Se você duvida, veja algumas:

-A nossa música sacra. Ela é qualquer coisa barulhenta, barulho da rua, menos louvor

-Não precisamos de barulho, baterias, gritos, som alto e equipamento de som para salvar pessoas

-Os líderes que dirigem esta obra deveriam ler mais o Espírito de Profecia e saber o que está escrito lá

-A moda: Maquiagem, pearcing, tatuagem, brincos, unhas e cílios postiços. E a criação de Deus como fica?

-A nossa crença no sábado: O sábado virou dia de divertimento, de pescaria, de passear no clube

-A nossa adoração: Adoramos o carro, a casa, as roupas, a moda, o status e Deus é secundário

-Nosso caráter: Aceitamos propina, mentimos, nos vendemos, e o cidadão do reino de Deus como fica?

DOMINGO – FALSOS PROFETAS E MESTRES

-Quando pensamos na igreja primitiva, achamos que era tudo mil maravilhas, todos convertidos

-Tinham recém recebido o Espírito Santo, a igreja estava crescendo bem, não tinha problemas

-Mas não esqueça de que desde o início sofreram a perseguição, tal qual Jesus também sofreu

-Tiveram a influência perniciosa dos falsos ensinadores, interesseiros, mentirosos, fingidores, doutrinas falsas

-Ebionismo: Judeus que esperavam o Messias mas não aceitavam Cristo como filho de Deus

-Nocolaísmo: Defensores da poligamia, formação de uma casta superior, criadores de uma hierarquia

-Doutrina de Jesabel: Ensinava que o profano pode ser puro, o mau pode ser bom. Jesabel se declarava

 profetisa, mas era uma mulher ímpia, idólatra, pagã, que defendia a adoração a Baal

-Cerintianismo: Doutrina que ensinava que Jesus não nasceu Deus, tornou-se Deus no batismo

-Judaização: Ensinava a obrigatoriedade da circuncisão e outros ritos para os novos cristãos

-Gnosticistas: Ensinava que Deus era uma entidade maligna, um ser mau, tudo no mundo era mau

-Antitrinitarianismo: Que negava a divindade de Cristo e a encarnação de Jesus, como está na bíblia

-E muitos outros movimentos: Montanismo, Arianismo, Pelagianismo, Monofisismo, Nestorianismo e muitos outros falsos mestres e falsas doutrinas

-A Igreja nascente não encontrou dias fáceis, mas desde seu início foi açoitada pelos ventos de doutrinas

-Os crentes do tempo de Pedro também tiveram sua fé provada

-Estamos falando de heresias, mas não se preocupe em ser especialista em heresias

-Preocupe-se com a verdade, em ser um autêntico seguidor de Jesus que andava por toda parte fazendo o bem

SEGUNDA – LIBERDADE EM CRISTO?

-Deus nos fez pessoas livres para escolher o que quisermos. Deus nos deu a liberdade

-Mas nós somos fascinados pelo que é mau, que é errado, que está envolto em mistério

-E os falsos líderes nos oferecem liberdade que nos leva à escravidão

-Liberdade em Cristo deveria significar liberdade da escravidão do pecado

-Qualquer aceno de liberdade que nos leve ao pecado é mais uma falsidade

-O errado é errado mesmo que todo mundo esteja fazendo

-O certo é certo mesmo que ninguém esteja fazendo o que é certo

-O homem de hoje se sente livre, sem desconfiar que é mais escravizado do que pensa

-O mundo capitalista é o maior opressor, o maior escravizador das consciências

-O dinheiro, já disse a bíblia, é a raiz de todos os males

-Liberdade não é a rua. Há homens presos na rua e há homens livres nas prisões. É uma questão de consciência.

-Nos dias de Pedro, assim como em nossos dias, os falsários estavam fazendo vítimas

-Hoje a pregação de um evangelho barato está igualmente fazendo muitas vítimas

-Quantos líderes pregando a rebeldia à lei de Deus. “Foi abolida na cruz” dizem eles

-E assim as consciências dos crentes vai sendo corrompida e nossa ideia de liberdade obscurecida

-Somos escravos de tanta coisa e não percebemos. Queremos ser livres continuando em pecados

TERÇA – O CÃO VOLTOU AO SEU PRÓPRIO VÓMITO

-A preocupação de Pedro era que os cristão não deixassem a comunidade e voltassem à vida pregressa

-Ele usa expressão forte, do cão que volta ao seu próprio vómito

-Ele fala também da porca lavada que volta a se espojar na lama

-Há um tipo de coelho angorá que defeca e se vira para comer suas próprias fezes

-Essas expressões são fortes e nojentas, mas ilustram bem a verdade de algumas pessoas

-E essa volta, esse abandono da fé, era motivado pelos falsos mestres de seus dias

-Fazer isso é desdenhar a vida eterna e preferir novamente a vida de pecados

-Somos livres para decidir, mas o que nossa mente decide é perigoso

-Nossa mente pode se enveredar por caminhos dos quais não conseguimos voltar

-O mundo está aí cheio de atrativos nos acenando, nos convidando para um retorno deslumbrante

-É difícil escolher o que assistir na TV, o que ver na Internet, experimentar nas festas, fazer escondido

-Desde cedo, nos dias de Pedro, o mistério da impiedade, dito por João, estava ativo entre os crentes

QUARTA – PEDRO E JUDAS

-Os dois apóstolos, Pedro e Judas, falam do mesmo assunto, a heresia daqueles tempos

-O perigo que eles viam era o afastamento dos crentes do caminho da salvação

-Isso era e é feito pelos falsos líderes de maneira sutil, velada, sorrateira e quando se dá fé, já foram

-Exemplo: a exploração da vaidade feminina e agora da vaidade masculina está entrando sutilmente

-Os pearcings que o mundo promove já estão nas orelhas dos crentes dentro da igreja

-As tatuagens com logos de serpentes já estão nas costas dos crentes, homens e mulheres

-Por isso que a sacudira será um evento muito bem vindo ao nosso meio

-A lição diz que Pedro e Judas não deixam dúvida: Deus está monitorando de perto o mal

-Não o mal do mundo, é o mal perpetuado pelos crentes que estão se afastando do evangelho

-Na hora certa Deus agiu com os antideluvianos e com os habitantes de Sodoma

-E na hora certa Deus vai agir com a igreja apostatada de nossos dias e conosco dentro dela

-Heresias, desprezo da autoridade divina, perversão da graça, negação de Cristo são pecados atuais

-Poluição do próprio corpo, falatório vazio, palavras de arrogância, mentiras brancas estão poluindo a fé

-Se a igreja precisa de uma reforma, os crentes muito mais, porque estamos longe da pureza de Cristo

QUINTA – MAIS LIÇÕES DO ANTIGO TESTAMENTO

-Para representar a situação da igreja de seus dias Pedro recorre a Sodoma, a Balaão

-Isso faz ele para salientar a imoralidade humana quando se entrega à sensualidade

-Hoje a imoralidade vai além de prostituição, de traição do cônjuge, de união entre iguais

-Imoralidade alcança vídeos e livros pornográficos, piadas imorais, plásticas para mostrar o corpo

-Balaão era um profeta, porém ganancioso. E os crentes de hoje são o que? Crentes gananciosos?

-O conselho e o comportamento de Balaão causaram grande estrago entre os israelitas

-Balaão é símbolo de ganância e de adultério espiritual

-Ele trouxe o paganismo para dentro de Israel que assimilou a cultura dos moabitas

-O conselho dele era que casassem entre si, israelita com moabita e moabita com israelita

-E essa prática não está hoje também entre nossos jovens casando com pessoas de outras crenças?

-O pretexto é que vão convertê-la, ou convertê-lo e assim o paganismo entra e tira o jovem da igreja

SEXTA – CONCLUSÃO

-O assunto da lição é falsos mestres, falsos profetas e recaída dos crentes

-A liberdade que temos se torna um problemão quando não sabemos lidar com ela

-É bom ser livre, mas é preciso saber usar os princípios da liberdade

-Os princípios estão na lei de Deus, a lei da liberdade como diz Tiago 1:25

-Vivemos num mundo cheio de falsidades e nós mesmos somos propensos a ser falsos

-É preciso tomar cuidado com a liberdade que temos, ou podemos tomar decisão contra nós mesmos

-A presença do mal não é um problema, é a causa de muitos problemas.

-E o maior problema é cedermos ao mal e voltarmos atrás na vida de pecados