Comentários da Lição 8 (1o Trim/2018) por Pr Sérgio Monteiro e amigos

23 de Fevereiro de 2018

O IMPACTO DA FIDELIDADE NOS DÍZIMOS

Adolfo Euclair – bacharel em teologia pela UNIFIL, responsável pelo canal HEGREGOIDOS no Youtube, membro da IASD de Maringá

sábado

Naquilo em que acreditamos investimos dinheiro e tempo, disse uma certa pregadora. Real e verdadeira foi esta frase. A lição deste trimestre quando trata de mordomia não trata apenas de dinheiro (que é o que vem de início à mente) mas também de tempo, pois são duas coisas ligadas à vida. Para tudo o que achamos importante, investimos essas duas coisas: tempo e dinheiro. Por exemplo: faculdade, empresa, bens materiais e filhos. Tudo isto requer estas duas palavras mágicas: tempo e dinheiro. Mas, e o evangelho? Temos investido tempo e dinheiro nele ou só fica da boca pra fora? Cabe a cada um de nós responder, mês após mês, pagamento após pagamento hora após hora de nossa breve vida.

O verso para memorizar nos relembra que aqueles que pregam o evangelho vivam do evangelho e existem pessoas que separam de forma sistemática suas ofertas para que a obra do evangelho seja levada avante. É importante esta provisão, pois do contrario fica inviável enviar missionários, construir igrejas e sustentar as próprias contas básicas da igreja como água, luz, impostos do terreno e demais funcionalidades necessárias à manutenção do templo, e os obreiros integrais que necessitam de um salário, pois é isto que o verso quer dizer.

domingo

Curiosamente o dizimo é um valor de 10 por cento. Isto é o óbvio, porém é interessante se perguntar qual a razão de ser dez e não nove ou oito ou quinze? Ou uma taxa fixa igual como 100 reais ou vinte moedas de prata? Bem, como a lição trouxe que Abraão, Jacó e outros já devolviam o dizimo, isto antes da sistematização no Sinai onde Ele separou a tribo dos levitas que não tiveram herança (terras) Deut 18 e viveriam das ofertas de sacrifícios afora os dízimos que no último capítulo do livro de Levítico, encontramos a primeira menção de dízimo na Lei. Nele vemos Deus requerer para si os dízimos de tudo o que a terra de Canaã produzia e dos rebanhos dos animais (Levítico 27 : 30 – 33). Caminhemos ainda na pergunta do 10 por cento se Deus pedisse 50 por cento não seria muito? e se pedisse 5 não seria pouco, mas curiosamente ele pede apenas 10 para que não pese a nós e não seja pouco basicamente para levar sua obra a frente.

E porque não uma taxa  fixa como 100 reais ou 20 moedas de prata ai é a jogada da porcentagem pois bem sabemos que o real não existia nos tempos bíblicos , e para nós conseguirmos 20 moedas de prata nos dias atuais seria quase que uma fortuna considerando que  apenas conseguimos prata por peso  e não em moedas, então estabelecer um número fixo pode gerar estas dificuldades , mas ao Deus trabalhar com porcentagem sempre estará atual pois cada um vai entregar daquilo que recebe , interessante não? e isso faz com que haja igualdade também, pois um não pode dizer eu dou mais e outro eu dou menos pois cada um dá daquilo que recebeu e através dos séculos todos serão iguais perante o mandamento do Senhor, e assim juntos sustentaremos a missão igualmente nem mais nem menos.

segunda

As bênçãos de Deus belo titulo de lição ainda mais quando se trata de dízimo e logo na primeira linha menciona Malaquias 3:10 Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim nisto, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós uma bênção tal até que não haja lugar suficiente para a recolherdes. Isso me lembra que esta é uma promessa em que Deus pede para prová-lo, você mantém a casa Dele e terá as portas do Céu abertas (isso soa como teologia da prosperidade) porém é um fato, faça a prova você mesmo, sinceramente eu lhe convido.

Mas indo além de dinheiro bênçãos provindas de Deus não se remetem apenas isso, mas também saúde, uma família unida e paz em meio ao tumulto do dia a dia nesta última lembrando das palavras de Jesus Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize. João 14:27 isso é bênçãos que Deus quer dar e remeter tudo isso a apenas dinheiro seria miopia espiritual, porque assim como Moisés estava fixado na Canaã terrena Deus tinha planos de leva-lo a Canaã Espiritual , assim é conosco hoje reduzimos o propósito de Deus e suas bênçãos a apenas DINHEIRO quando na verdade Deus quer lhe dar tempo e paz e quem sabe bens materiais.

terça

O propósito do dízimo, isto é fácil de responder e já o foi em Malaquias 3:10, nossa casa precisamos manter, nossa empresa, nossa faculdade, amizades, tudo como já afirmei há a demanda de tempo e dinheiro, quanto mais a CASA e CAUSA DIVINA? pois desta forma Deus nos pediu 10, e não 8,6,5,15,20, mas apenas 10 por cento de tudo que ganhamos para manter estruturada sua organização; Nos dias dos patriarcas os sacerdotes tais como Melquisedeque e nos dias das doze tribos os levitas, e atualmente a igreja a qual frequentamos.

Fato observável é, igreja não é prédio e construção e sim pessoas pode parecer desconexo mas quando o dízimo é distribuído de maneira especifica para sustentar pastores e obreiros, o Seu dinheiro está salvando pessoas por que eu não tenho a capacidade e coragem ou estrutura de ir a outro País com clima abaixo de zero como a Mongólia porém ao dedicar 10 por cento você mantém a igreja (organização) unida e faz com que ela possa enviar missionários a lugares como este, basta ver o projeto janela 10:40 e permita-me dizer você está fazendo parte da missão visivelmente com a sua  fidelidade de ofertas e dízimos constantemente.

quarta

A casa do tesouro quando vi este tema me veio a mente o seguinte verso que se encontra em Mateus 19;29 E todo aquele que tiver deixado casas, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou mulher, ou filhos, ou terras, por causa do meu nome, receberá cem vezes tanto, e herdará a vida eterna ,  vejamos que do ponto de vista humano sempre temos uma reserva para poder presentear ou pagar e até mesmo guardar alguma coisa seja lá o que for, e na terra Deus pediu para que se construísse o tabernáculo e depois o templo em Jerusalém, mas também podemos supor que Deus também tem seus depósitos assim  baseia-se a lição falando sobre saraiva, neve e dízimo e com base no verso em que menciono de Mateus Jesus faz uma promessa de quem abandonar as coisas terrenas receberá um galardão cem vezes maior na vida futura , aonde eu quero chegar ? imagine o tamanho dos depósitos celestes? imagine o tamanho da promessa feita por Jesus sabemos que ele é fiel e justo para cumprir.

Deus que criou tudo literalmente tudo a terra o céu o mar, eu você os anjos e cada detalhe em que a mente humana possa imaginar ou supor não podemos limitar a Deus a um tempo ou espaço ele está acima disso. forte esse parágrafo não? imagine os depósitos de bênçãos que ele guarda aos seus filhos é só imaginar a Jerusalém da nova terra onde tudo é diamante e ouro, abordando a lição de hoje Deus tem Seu depósito aqui na terra e de certa forma ele espera que cada um ajude individualmente para sua causa não porque ele não tenha mas por fim Ele quer trabalhar nossa liberalidade nossa compaixão e nossa determinação para sua causa, pois realmente aquilo em que acreditamos investimos tempo e dinheiro, Crês em Deus? o quanto de tempo e dinheiro tens dedicado a Ele? lembre-se de Mateus 19:29 tudo está na conta divina.

quinta

Me perdoe caro leitor a colocação que farei a seguir:

Vixe!!!!. Essa foi a primeira impressão que tive ao olhar o tema de hoje dízimo e salvação pela fé, o que dízimo tem haver com salvação? quem não devolver estará perdido? Isso é muito difícil de responder em dois parágrafos, mas tudo tem haver com a palavra chave fé , isso mesmo fé, fé não é uma coisa subjetiva na qual apenas dizemos tenho fé, fé é algo palpável, quem tem fé age, isso mesmo fé é agir pois esperar cair do céu não é ter fé mas sim ser preguiçoso ou presunçoso, pois quem tem fé age, veja os apóstolos eles tinham fé e agiam pregavam levavam a mensagem testemunhavam e até pagaram com suas vidas, uma vida de fé, Abraão  ouviu a voz de Deus e caminhou para uma terra distante, e por isso foi chamado de o pai da fé.

E nisso entra o papel do dizimo Deus nos chama através da graça e do perdão de nossos pecados, mas em seguida não pede para que fiquemos inativos passivos ao mundo em nosso redor, mas para que sejamos ativos para com as pessoas e sua missão e como já tratamos em um dia anterior dizimar é uma expressão de fé pois você está sendo ativo na pregação do evangelho pelo mundo e localmente também, então se nós retemos os dízimos e ofertas logo não estamos interessados em sustentar a obra e isso me leva a supor que ou não entendemos o plano da salvação ou nem nos importamos, o ato de dizimar e ofertar é uma demonstração clara de nosso interesse de ver o evangelho pregado é ser atuante é ter fé,  se separamos o dizimo da salvação fica fácil não dizimar, mas quando juntamos os dois fica claro que devemos fazer com peito aberto , ou se preferir mão aberta , tendo fé agindo sem ver, e nem supondo os resultados deste pequeno investimento individual.

sexta

Concluindo leia atentamente a parábola dos talentos em Mateus 25:14-30 observe que temos um senhor dono de tudo e que dá a cada um uma grande soma em dinheiro, um talento pesava em torno de 34 quilos se for de ouro ou de prata não importa mas imagine a soma de dinheiro, a bíblia corrigida fiel traz a seguinte nota marginal pág. 1045 talento o pagamento de 20 de trabalho de um lavrador, quanto é o seu pagamento? Multiplique por 12 e depois por vinte e ainda coloque vezes 5, foi esta  a soma que o senhor deu ao seu funcionário o qual negociou e consegui mais cinco talentos, observe o funcionário que não tinha nada até que o seu senhor lhe confiasse uma grande soma e na verdade a todos os funcionários inclusive nós, porém este ato do Senhor requer retorno, ele dá uma soma individualmente, mas antes quem deu foi o Senhor e nós respondendo ao chamado devemos dar bons resultados, pois Deus investiu em nós primeiro por isso sofremos o impacto dos Dízimos através da fidelidade de outros que vieram antes de nós, mas primeiramente de Deus que confiou a nós e em nós para levar sua obra avante em todas as frentes.