Meditação diária de 08/04/2018 por Flávio Reti

8 de Abril de 2018

08 de abril

A mosca do sono (Glossina palpalis)

I Coríntios 10:12 “Aquele, pois, que pensa estar em pé, olhe não caia”

Falando em mosca, uma longa lista delas é conhecida: mosca da fruta, mosca do chifre (porque enxameiam na cabeça dos bovinos para sugar sangue), mosca tsé-tsé e muitas outras. A mosca caseira é um inseto zombeteiro, que vive entre os humanos pousando aqui e ali, mas nada sociável, e é portadora de enfermidades infectocontagiosas que elas transmitem ao pousar sobre nossos alimentos ou quando metem a tromba nos ferimentos de um e repassa para outros, contaminando-os, e por isso consideradas nojentas. Elas nos contaminam de duas maneiras: Ao pousar trazem contaminantes nas patinhas e ao picar, tem micro-organismos nos restos de alimentos e nos fluidos gástricos que regurgitam no local da picada. Muitas doenças conhecidas da população têm sua origem com as moscas caseiras: febre tifoide, cólera, salmonelas, disenteria, tuberculose e também vermes parasitas. É uma das piores pragas domésticas e podem ser imunes aos inseticidas, além de serem mais abundantes do que mosquitos, formigas e baratas. É considerada uma praga urbana. Só tem uma grande utilidade para os pescadores, porque a larva é usada como isca. Há uma espécie de mosca mais sofisticada, é a mosca tsé-tsé que deixa nas pessoas picadas uma experiência muito desagradável. Ela não é como um mosquito que introduz a língua para sugar sangue, ela tem a boca serrilhada e rasgam a pele para sugar e depois de feito este estrago ela transmite uma das mais perigosas doenças sem que a pessoa perceba. Ela introduz um parasita que causa a chamada doença do sono (Tripanossomíase africana, é o nome oficial da doença do sono) para qual ainda não existe tratamento e é fatal. No ano de 1900, houve um grande surto da doença na África. Os sintomas iniciais incluem febre, dores de cabeça, dores nas articulações e coceira. Com o avanço da doença aparecem alterações comportamentais, confusão mental e má coordenação. Em seguida vem aquela enorme vontade dormir e aí já era. Tudo causado por uma mosca, uma só que consiga picar alguém.
A lição que ela me deixa é de que um simples parasita inoculado pode causar a doença do sono, quando a pessoa dorme para nunca mais acordar, semelhante a um só pecado cometido que me pode deixar fora do céu para sempre e me levar à morte eterna. É nisso que devemos pensar agora, evitar ser atingido pelo pecado a qualquer custo, para não acontecer de por um só pecado ficar fora das mansões eternas que Jesus quer nos dar.