Meditação diária de 10/02/2018 por Flávio Reti

10 de fevereiro de 2018

10 DE FEVEREIRO

Crocodilo (Crocodylus Cataphractus)

Êxodo 2:3 “Não podendo, porém, escondê-lo por mais tempo, tomou para ele uma arca de juncos e a revestiu de betume e pez e, pondo nela o menino, colocou-a entre os juncos à margem do rio”

 

A história de Moisés todo mundo conhece. Havia o decreto de Faraó de matar todos os recém-nascidos e a mãe de Moisés idealizou uma tentativa de salvá-lo. Fez um cesto de junco e pondo nele o menino o colocou no rio Nilo. Mas isso não diminuía o risco dele morrer, porque o rio estava infestado de crocodilos. Os egípcios reverenciavam os crocodilos como animais sagrados e no rio Nilo eles estavam abrigados sem predadores. Os crocodilos são animais ferozes, agressivos, que vão para a margem do rio, cavam um buraco de uns 30 centímetros e depositam ali seus ovos. Cobrem os ovos com terra e ficam nas proximidades do ninho durante três meses até eclodirem os ovos. Lembra que a mãe de Moisés escondeu-o durante três meses antes de tomar a decisão de pôr Moisés no cesto dentro do rio? A terra cobrindo os ovos fica muito dura com o calor que quando os filhotes nascem eles não conseguem sair do que seria sua sepultura se não fosse a presença da mãe crocodilo ali por perto para cavar e salvá-los da morte certa. Os filhotinhos emitem grunhidos que a mãe escuta e escava o ninho para deixá-los sair. E não fica só nisso, a mamãe crocodilo pega-os entre seus dentes e engole-os um por um e eles desaparecem, mas eles vão para uma bolsa que ela tem na garganta. Depois que os mais ou menos 20 filhotinhos estão guardados na bolsa, ela os leva para a água para que eles vivam livremente no seu novo lar. Lendo essa história parece que Moisés teria um futuro sombrio. Condenado à morte por Faraó, posto no rio para ser comido por um crocodilo, mas Deus tinha em mente um trabalho para Moisés. Ele dirigiu a mãe de Moisés para pôr o bebê no cestinho e depois nas águas do Nilo, onde a própria filha do velho “crocodilo” chamado Faraó foi encontrá-lo e salvá-lo. Nós também temos um trabalho especial para fazer para Deus. Como Moisés, temos que ajudar tirar seu povo da escravidão e levá-lo para a terra prometida, para longe do pior crocodilo que já existiu, o diabo. Fique tranquilo porque Deus vai dirigir as coisas para o bem de cada um de seus filhos, como dirigiu Joquebede, a mãe de Moisés, como dirigiu a filha do Faraó, como dirigiu o próprio Moisés nos anos futuros e como vem dirigindo nossa igreja através dos séculos.

Em Entebe, Uganda, havia um crocodilo que vivia num lago e era usado pela justiça local como juiz. Sua função era comer os condenados de algum crime na cidade. Os nativos traziam pessoas suspeitas e jogavam no lago para que o crocodilo as julgasse e as comesse ou não. Se comesse ela era culpada, se não comesse ela era absolvida. Era um julgamento feito por um animal e ele era reverenciado como um Deus. Um dia Jesus vai voltar e o julgamento será feito com justiça absoluta, pode crer nisso.