Meditação diária de 17/01/2018 por Flávio Reti

17 de Janeiro de 2018

17 de janeiro

O Búfalo africano (Syncerus caffer)

Pedro 5:8 “Sede sóbrios, O vosso adversário, o diabo, anda em derredor rugindo como leão e procurando a quem possa tragar”

Búfalo é um animal nativo da África, assim como o peru é nativo nos Estados Unidos, assim como a arara azul é nativa no Brasil. O berço natural do búfalo africano são as savanas do Quênia onde vivem em uma reserva determinada pelo governo. É um animal muito forte, que impõe medo nos seus predadores, como o leão africano, seu predador natural, além do homem. Um búfalo sozinho é capaz de, usando os chifres, jogar para os ares um leão adulto pesando 200 quilos. Normalmente, os leões só conseguem atacar búfalos doentes ou idosos que se desgarram da manada. Quando reunidos eles se organizam em círculos para defender a manada e os mais jovens do rebanho. É muito raro um leão conseguir abater um búfalo adulto sadio atacando-o sozinho. Seus chifres são a continuação de um osso duro e groso que faz parte da cabeça do búfalo. Parece que ele tem uma peruca de osso descoberto. O búfalo pode ser parecido com o boi, que na maioria das vezes é manso e dócil, mas ao contrário dos bois, o búfalo não tem nada de pacífico. Ele é selvagem e muito agressivo. Um grupo de animais faz parte dos maiores animais (leão, leopardo, elefante, rinoceronte) e entre eles está o búfalo como muito perigoso e o mais difícil de ser caçado. Quando um búfalo atinge a idade adulta, ele chega a pesar uma tonelada.

Há uma grande semelhança aqui entre os crentes e os búfalos. Eles se reúnem em manadas, nós nos reunimos nas nossas igrejas. Eles conseguem, com seus chifres, jogar para os ares e para longe um leão atrevido que os quer atacar. Nós conseguimos, com a ajuda de Jesus, afastar para longe o inimigo, satanás, que nos quer atacar. Os predadores só conseguem abater animais doentes e desprotegidos. Semelhantemente, o inimigo só consegue ter sucesso com crentes doentes espiritualmente ou desprotegidos do poder de Jesus. O osso da cabeça é duro o suficiente para enfrentar inimigos e obstáculos. Assim também os crentes, a fé que temos na mente é firme suficientemente para combater inimigos e obstáculos da vida cristã. Uma outra lição que podemos aprender com os búfalos é a capacidade de se organizar em círculo para proteger a manada e os mais jovens no centro do círculo. Podemos e devemos nos organizar como irmãos e de mãos dadas fazermos um círculo para junto nos protegermos do maligno. A natureza nos ensina viver, os mudos animais têm uma lição de vida para nós.