Meditação diária de 27/12/2017 por Flávio Reti

27 de dezembro de 2017

criatividade

27 de Dezembro
Dia da criação do departamento de Imprensa e Propaganda

Êxodo 3:15   “E Deus disse mais a Moisés: Assim dirás aos filhos de Israel: O Senhor, o Deus de vossos pais, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque e o Deus de Jacó me enviou a vós. Este é o meu nome eternamente e este é o meu memorial de geração em geração”

Talvez você ainda não leu e já está se perguntado, para que um governo precisa de um departamento de Imprensa e Propaganda? Resumidamente, é cuidar da popularidade do presidente, do governo em geral, porque os governos se preocupam muito com sua imagem no meio da população e algum departamento precisava existir para vigiar como andava o IBOPE do governo. Foi criação do governo de Getúlio Vargas, aquele que queria se perpetuar no poder, que governou o Brasil de 1930 até 1945, quinze anos no poder e não queria largar o osso. Os governos têm uma tendência de medir sua popularidade e de vigiar a Imprensa para controlar o que pode e o que não pode ser publicado, se vai ou não vai prejudicar o governo. O Dpto de Imprensa e Propaganda serve também para sondar a aceitação de algum plano que o governo quer lançar, de algum decreto que quer emitir, sentir como vai ser a reação da população diante de alguns atos governamentais. E propaganda porque os governos se interessam pela popularidade, eles querem estar na mídia, debaixo dos holofotes, e alguém ou algum departamento tem que fazer a promoção, a propaganda deles, afinal, a propaganda é a alma do negócio.

Todo movimento social, se não for propalado, propagado, não deslancha, não vai para frente, morre no nascedouro. Quando Vargas criou o DIP (Depto de Imprensa e Propaganda) era logo após o golpe de Estado de 1937 e esse departamento regulava tudo que a Imprensa podia ou não publicar. Veja que a data coincide com o auge no nazismo na Europa e cartilha do DIP era semelhante a cartilha usada no regime nazista. Ficava proibido qualquer coisa sobre a União Nacional dos Estudantes (UNE), nada sobre a escassez de peixes na alimentação do brasileiro, nada de passeatas de estudantes paulistas contra o regime, e proibia também qualquer notícia sobre o desfalque na caixa econômica do rio de Janeiro. E todos os meses eram acrescentadas novas regras dependendo de como acontecia no país. Com isso muitos veículos de informação e imprensa foram fechados no país porque se negavam a colaborar. Realmente a propaganda é a alma do negócio.

Você acha que é diferente com a igreja? Não, é mais ou menos a mesma coisa. Deus também tem nesta terra não um departamento de Imprensa e propaganda, mas uma igreja com a incumbência de pregar o evangelho a todo o mundo, para testemunho de todas as gentes e só depois virá o fim. A grande diferença é que Deus não busca holofotes e nem promoção pessoal. A sua propaganda é em benefício de suas criaturas, nunca do seu governo. Deus não precisa de projeção, ele precisa se tornar conhecido como o grande Deus, o criador, o salvador de todos os seus súditos neste mundo

Se precisávamos de um departamento de Imprensa, já temos: a igreja. Agora só precisamos da propaganda, da promoção, de projetar a igreja de Deus e sua mensagem. Quem serão os propagandistas? Nós, os perdoados por Jesus, os salvos pela sua graça, os que tiveram a vida transformada serão seus melhores promotores.

“Temos que fazer uso de todos os meios lícitos para apresentar a verdade ao povo. Lancemos mãos da imprensa e ponhamos em ação toda propaganda que sirva para atrair a atenção do povo. Isto não deve ser considerado como sendo coisa de pouca importância. Em cada esquina de rua podeis ver placas e anúncios chamando a atenção para várias coisas que ocorrem, algumas delas das mais condenáveis. E será que os que possuem a luz da vida se satisfarão com débeis esforços para atrair a atenção das multidões para a verdade?” (Testimonies, vol. 6, pág. 360).

Nada há errado com a propaganda, contanto que se propague a verdade. Nada há de errado com a Imprensa, contanto que se imprima material que coloque nas mãos das pessoas as novas da salvação, as boas novas do evangelho de salvação. Podemos trabalhar nesse departamento de Imprensa e Propaganda, por que não? É a propaganda e a promoção do nosso interesse, afinal, Jesus precisa voltar logo e só voltará quando o mundo todo for avisado e preparado.