Meditação diária de 30/12/2017 por Flávio Reti

30 de dezembro de 2017

o-sentimento

30 de Dezembro
Dia da Esperança

Eclesiastes 9:4   “Ora, para aquele que está na companhia dos vivos há esperança, porque é melhor o cão vivo do que o leão morto”

Dia da esperança são todos os dias, afinal, a gente sempre está esperando alguma coisa, alguma melhora na vida e ninguém espera o pior. Alguns argumentam que o último dia do ano é o dia da esperança, mas independente de dia, ser esperançoso é uma postura que o indivíduo assume em qualquer dia e em qualquer momento e o começo da esperança é o ponto mais decisivo. Deixo para você, que está lendo esse devocional, decidir se esperança é uma escolha racional ou emocional? Se for emocional, dispensa fatos e argumentos, vai do momento, das circunstâncias, do andar da carruagem na estrada da vida. Se você achar que é racional, então e esperança está localizada em alguma coisa, em alguém, ela existe e é encontrada nas pessoas, em Deus, afinal, embora ela seja abstrata, esperança existe. Alguns pessimistas desta vida afirmam que “a esperança é a última que morre, mas é a primeira que adoece”. Parece que há um fundinho de verdade nessa afirmação, embora vinda de pessimistas e zombeteiros, porque muitos perdem a esperança diante do primeiro ventinho de uma situação desagradável, basta achar que não tem solução e já foi para o espaço a esperança. E o erro está aí, porque é nessas ocasiões que a esperança entra em cena como um alívio para fortalecer e curar o espírito abatido. Perder a esperança é admitir que não existe solução, não adianta continuar tentando, acreditar num bom resultado e contando com o acaso. Quando existe esperança, o indivíduo luta até o final, desistir nunca. Você já deve ter ouvido da história das duas rãzinhas que caíram num balde de leite. Elas lutaram a noite inteira se debatendo e não viam uma solução à vista. Uma delas, depois de muito tentar se escapulir, entregou os pontos e disse para a companheira: “Não adianta, já fiz de tudo, agora é morrer e se conformar com a sorte. Adeus amiga” e afundou morrendo afogada na desesperança. A outra, ainda mantendo a esperança, continuou lutando até que o leite virou manteiga e ela saltou para fora do balde, salvando-se. Resultados diferentes para indivíduos na mesma situação e o que fez a diferença foi a esperança. As pessoas que têm esperança, renovam as forças diariamente e acreditam na progressão da vida, num mundo melhor que vai ser construído com esforço e perseverança. São essas pessoas que sabem diferenciar entre tempo e eternidade, entre Deus e o mundo, são essas pessoas que constroem pontes e derrubam muros, edificam a justiça, o amor e a solidariedade. Se olharmos para trás, agora que estamos nos estertores do ano velho, vamos concluir que cada minuto, cada dia foram vividos pela graça de Deus, com fé, em seu plano e daí nos adveio a alegria da vida, o ânimo, o sorriso diante das lutas e a luz da esperança brilhando diante de nossos olhos.

Nós não somos os únicos que estamos carregando fardos pesados, a humanidade inteira é sofredora, esta terra não é um céu de delícias puras, temos que aprender a conviver com dissabores, é o preço que pagamos por estarmos vivos. Nada, ou quase nada, podemos fazer sem ânimo e esperança. O ânimo, a esperança, a fé, a simpatia e o amor promovem a saúde e prolongam a vida. Um espírito contente, animoso, é saúde para o corpo e força para a alma. “O coração alegre serve de bom remédio” (Prov. 17:22). Tire do homem a esperança e acabou o sentido da vida, afinal, viver para que? Ninguém tem necessidade de se abandonar ao desânimo e desespero. Satanás poderá se achegar a nós com a cruel sugestão: “Seu caso é desesperador. Você é irreversível.” Mas a sugestão do inimigo não é verdade, há para nós esperança em Cristo. Deus não nos manda vencer em nossas próprias forças. Pede-nos que nos acheguemos bem estreitamente a Ele. Sejam quais forem as dificuldades sob as quais labutamos, que nos façam vergar o corpo e a alma, Ele está à espera para nos ajudar, infundir esperança, dar alívio para nosso corpo e mente cansados. “Vinde a mim todos que estais cansados e sobrecarregados e eu vos aliviarei” (Mar.11:28).  Se sua mente anda anuviada, se sua esperança anda distante, saiba que há inexprimível paz, grande alegria e descanso ao confiar nas promessas de Deus. Só a consciência de libertação dos pecados já é um alívio inexplicável. “Espera tu pelo Senhor, anima-te e fortalece o teu coração; espera, pois, pelo Senhor” (Sal.27:14).